Papagaio// Revista Piauí
ROBERTO POMPEU DE TOLEDO

Se os Estados Unidos ostentam a águia como símbolo, a França o galo e o Chile o condor, o Brasil tem o papagaio como tradução ornitológica da nacionalidade. À diferença desses outros países, o papagaio não figura nos escudos, nos selos, nas medalhas, ou em outros sinais pelos quais o Estado anuncia sua presença. Talvez não o tenham julgado digno de tais honrarias. Ele não é forte como a águia, não tem a autoridade do galo nem voa alto como o condor. Exibe um ar matreiro e carrega uma reputação galhofeira que não o recomendam para o papel de representar oficialmente a pátria. Apesar disso, está presente na história no Brasil em manifestações que vão da carta de Pero Vaz de Caminha ao Zé Carioca. “Terra Papagalli” foi um nome que concorreu com o de “Brasil”, e até com certa vantagem, nos anos que se seguiram à Descoberta. Se tivesse vingado, nosso país seria conhecido hoje por um nome de bicho, como a República dos Camarões, e nós seríamos os “papagaienses”, ou “papagaianos”, o que talvez soasse de mau gosto, mas de modo algum seria despropositado. O papagaio brasileiro se fez presente, ao longo dos séculos, em autores que vão do filósofo inglês John Locke ao romancista francês Gustave Flaubert. Pousou no ombro dos piratas e virou protagonista de piadas. Em todos esses casos, de uma forma ou de outra, apresentou-se a serviço das cores nacionais, que por acaso (ou não seria por acaso?) são as mesmas de suas penas.

[leia mais]

Anúncios
  1. lalgarra

    O meu exemplar do primeiro número da Revista Piauí ganhei das mãos de meu amigo metanóico José Milton, da Benner Sistemas. Quando vi a capa com o pinguinzinho de geladeira num estilo Che Guevara, não consegui esconder meu interesse. Zé MIlton disse sem hesitar: “-Toma, leva, é tua! Comprei agora mesmo no aeroporto e sei que em Sorocaba vais penar prá conseguir uma”. Saí feito criança com doce!

    Para quem não sabe, a revista Piauí é um projeto de João Moreira Salles e como publishers, além do empresário, o dono da Companhia das letras, Luiz Schwarcz. Piauí será uma publicação mensal com reportagens sobre temas brasileiros. Além da edição impressa, a revista também estará disponível no site: http://www.revistapiaui.com.br/. Na equipe já estão Mário Sérgio Conti, como diretor de redação e Marcos Sá Correa, Dorrit Harazim e Xico Vargas como editores. Pelo menos agora a Caros Amigos tem companhia ma banca, não é mesmo?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: