por Gerome Martim (tradução livre de Fabiano Caruso)

1. Passe tempo com pessoas criativas

As novas idéias, a informação e o conhecimento vêm principalmente das nossas redes. Passe tempo com pessoas produtivas e inovadoras. Bisbilhote desavergonhadamente com o melhores e o mais brilhantes. Peça-lhes conselhos. Compre-os bebidas. Envie-lhes o seu currículo.

2. Vá a conferências com temas fascinantes e aparentemente irrelevantes

Não vá a mais outra conferência maçante. Encontre algo novo procurando pelas fronteiras, algo anunciado por empreendimentos emergentes, ou por sua revista favorita. Encontre-se com pessoas grandiosas (ver o pensamento n. 1).

3. Aprenda sobre uma nova área

Se você é um cientista, faça um curso na pintura de paisagens. Junte-se a sociedade astronômica local. Tome lições de violão. Encontre-se com pessoas grandiosas (ver o item acima).

4. Viaje sempre que possível

Vá para algum lugar novo e excitante. Tenho ouvido tantas pessoas dizerem que gostariam de ir ao sul da França mas elas nunca vão, embora tenham tempo e dinheiro para ir. Nada é tão valioso como uma viagem. Encontre-se… (você já conhece…).

5. Leia vorazmente

Leia o que é novo e o que é velho. Não se limite aos livros da área na qual você trabalha. Leia ficção, não-ficção e ficção científica.

6. Use a nova tecnologia

Deixe-me contar-lhe sobre o meu Palm Pilot. É o meu maior instrumento de gerência do conhecimento com exceção do meu computador. Utilizo-o para armazenar as listas das minhas atividades, os contatos dos meus amigos, minhas tarefas e projetos. Utilize qualquer sistema de gerenciamento que funcione para você, mas pelo menos tente experimentar os últimos brinquedos tecnológicos para isso.

7. Crie algum recurso de informação web privada para o seu conhecimento pessoal

Considere a criação das suas próprias páginas da web privadas que residirão em seu computador e em nenhuma outra parte. Você pode usar essas páginas para fazer notas, resumir o seu conhecimento em determinadas áreas,
inclusive hiperligações para sites chave, áudio e vídeo. Por exemplo, em vez fazer um resumo textual sobre a sua viagem de negócios ao Japão, utilize algum sistema de processamento de texto que utilize recursos web, incluíndo hiperlinks para as páginas das empresas que visitou, revistas eletrônicas apropriadas e jornais […]

8. Conte a sua história

A gestão de conhecimento inclui a criação, a organização, e armazenamento de conhecimento. Mas o conhecimento também deve ser compartilhado se é para ser utilizado. Compartilhamo-lo através de publicações, apresentações, conversações e histórias. O que é especial sobre o seu conhecimento pessoal? Como pode-o usar aquele conhecimento efetivamente na sua vida profissional e pessoal? Como podemos alcançar os nosso objetivos compartilhando conhecimento? Aprendemos através de histórias, histórias sobre êxito, fracasso, escolhas e pessoas. A narração de histórias é provavelmente a forma de arte mais velha, e é eficaz hoje como em qualquer tempo da história. Nós pensamos por metáforas e aprendemos por histórias. A narração de histórias corporativas é uma nova aplicação de uma velha arte. Os políticos, os romancistas, os dramaturgos e os produtores de Hollywood são os nossos contadores de histórias modernos. As pessoas de negócios e os profissionais estão percebendo agora o poder das metáforas e das histórias.

Tradução livre do original disponível em Personal Knowledge Management, retirado do livro Managing Knowledge: Case Studies in Innovation.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: