TV Livre na Folha de São Paulo - 1985

Desde garoto carreguei comigo um inconformismo com a força da televisão em nosso espaço familiar. Minha mãe terminava o domingo invariavelmente deprimida pelo FANTÁSTICO e suas doenças quase incuráveis! Eu queria desmontar aquilo, percebe? Quando Felix Guatarri esteve no Brasil em 1983 e palestrou para minha turma de jornalismo na PUC-SP, fui contaminado por suas idéias e práticas de rádio livre.

Para quem não sabe, Guatarri, imediatamente após a tomada de poder pelos socialistas, integrou um núcleo de intelectuais e juristas do CINEL (Centre d´Iniciative pour de Nouveaux Espaces de Liberte) que reagrupou elementos das várias rádios livres que existiam desde 1977, e ocupou ilegalmente um local no centro de Paris, transmitindo ao vivo a voz de intelectuais, artistas, loulous (malandros, pequenos bandidos) e mendigos!

Isso me inspirou de tal maneira que mantive contato com Félix obtendo diagramas para montagem de transmissores de rádio. Daí para formar um grupo de ativistas e cooptar um técnico em radiodifusão foi um pulo! Escolhemos Sorocaba pela proximidade com São Paulo e para envolvermos a comunidade na produção de conteúdo sobre a cidade, sua gente e história. Entramos no ar cladestinamente com programas comunitários e nos denunciamos à imprensa como forma de pressão às discussões da Constituinte de 1988.

O DENTEL ameaçou nos enquadar na Lei de Segurança Nacional 7.170, no artigo 22, por fazer, em público, propaganda para alteração da ordem política ou social e no artigo 23, por incitar à subversão da ordem política ou social, com pena de detenção de 1 a 4 anos, aumentada de um terço quando a propaganda for feita por meio de rádio ou televisão, exatamente o nsso caso! Fizemos um acordo interronpendo as transmissões e evitando dar entrevistas e palestras, nem publicar livros sobre o assunto por três anos. para evitar o enquadramento na lei. Foi por pouco, mas conseguimos criar um fato de abrir o debate.

Vale a pena citar que esta reportagem da Folha de São Paulo do dia 15 de agosto de 1985 foi publicada absolutamente sem nossa permissão. Estávamos conversando com o Mario César Carvalho que era um repórter iniciante da Folha na época e o combinado seria que o jornal não publicaria nada antes do dia 15 de agosto, que seria a data oficial de inauguração da TV Livre. Nós já estávamos transmitindo a alguns meses, experimentalmente. Tínhamos inclusive uma boa programação local produzida pelos cidadãos de Sorocaba a partir de nossas oficinas de vídeo. Mas fomos delatados pela Folha de São Paulo que não resistiu à tentação de “furar” seus concorrentes e entregou a história toda. Soubemos depois que o Mário César Carvalho foi ameaçado pelo editor do jornal para fechar a matéria e nos entregar. Na época ficamos bem chateados com o Mário por ele ter cedido pro editor mas hoje, vendo que ele ainda trabalha na Folha de São Paulo até hoje, creio que fez muito bem. Se eles tivesse mandado ele embora (e  com certeza fariam), o que seria de sua carreira, hein?

De qualquer forma nossa iniciativa de levantar uma discussão sobre a democratização dos meio de comunicação foi reconhecida em uma premiação do Festival VideoBrasil 1985, no Museu da Imagem e do Som em São Paulo. Vejam o documentário aqui.

Links de referência

Na mídia

  • DENTEL age; TV livre não vai ao ar
    Folha de S. Paulo. 15 ago.1985. p.40 – Ilustrada.
Anúncios
  1. Rosi Cheque

    Oiiii. Adorei passear por aqui (rsrs). Na oportunidade, convido-o a conhecer o livro RETRATO que acabo de lançar e inspirado no jornalismo ambiental, no ser humano, no amor… Um grande beijo no coração. Rosi Cheque – jornalista e poeta (SP, Brasil)

    Responder

  2. Nadia Stabile

    Oi Luiz, como vai?agradeço sua visita e palavras sempre carinhosas!!!
    Gostei desta sua postaggem…também sempre tive problemas com tv e família!!rsrsss
    você conheceu Guatarri!? que super!!! e até montou rádio!? CARAMBA!!! seria melhor te perguntar o que você ainda não fez!!!rsrsrssss
    Estou gostando de conhecer seu blog, suas influências..e vi que Deleuze escreveu sobre a Autopoiese…fiquei curiosa, nunca li nada sobre!mas….nunca é tarde!!! abração e felicidades
    Nadia

    Responder

  3. Francisco Pagliato

    Ler os artigos do Algarra é sempre bom,sua intensidade em tudo que faz é nítida, clara.Bom poder ter essa produção democratizada na web.Abraços amigo. KIKO

    Responder

    1. lalgarra

      Agradeço as palavras de incentivo, ainda mais vindas de alguém que também trabalha pela pluralidade da informação na cidade de Sorocaba, certo Kiko? abs

      Responder

  4. Pingback: TV Livre, delatados pela FSP em 1985 « Luiz Algarra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: